8 fatores de peso para a escolha de qual faculdade fazer

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

 Saber qual carreira seguir é o primeiro passo para se tornar um profissional reconhecido em sua área. Depois, é muito importante escolher a faculdade certa: aquela que tem mais a ver com o seu perfil, que oferece ótimos recursos de aprendizado e muitas possibilidades para o aluno. 

É essencial considerar a sua personalidade e os seus planos para o futuro para entender em qual área vai se dar melhor. Mas não acaba por aí: uma vez escolhido o curso, é importante também que você pense a respeito da faculdade ideal para as suas necessidades.

Nessa hora, é importante pesquisar as opções disponíveis no mercado, conversar bastante com a família e com quem já passou pela situação e decidir com calma e tranquilidade, para garantir que a sua escolha seja motivo de muitas alegrias e sucesso no futuro.

Preparamos algumas dicas imperdíveis para te ajudar a decidir que faculdade fazer. Confira:

Consulte o site do MEC

Essa talvez seja a dica mais importante. Consulte o site do Ministério da Educação (MEC) para saber qual é a avaliação do curso e da instituição no contexto nacional. No site, é possível consultar o Índice Geral do Curso (IGC) e as avaliações Conceito do Curso (CC) e Conceito Preliminar do Curso (CPC).

Todas as notas vão de 1 a 5, e são considerados satisfatórios aqueles cursos que obtém um índice acima de 3. Nem é preciso dizer que um curso que não seja reconhecido pelo MEC não deve ser considerado na sua escolha, certo? O aval do MEC é indispensável e garante que você terá um ensino de qualidade e uma preparação adequada para ingressar no mercado de trabalho.

Visite o espaço

A infraestrutura tem influência direta na qualidade do curso. Portanto, antes de tomar a sua decisão, é muito importante visitar as instalações da universidade, verificando se ela oferece boas salas de aula, laboratórios equipados e espaços convidativos e confortáveis para o estudo.

De acordo com o perfil do curso escolhido, uma ou outra característica vai ser mais importante e, por isso, é preciso se informar sobre a grade curricular para entender o que deve ser observado nessa visita.

Por exemplo: um futuro estudante de Medicina deve se certificar de que existe uma clínica no campus ou hospital conveniado para as aulas práticas, enquanto quem vai fazer Publicidade deve buscar um laboratório de informática moderno.

Aproveite essa visita para observar a melhor forma de se deslocar para a universidade, pensando que, se tudo der certo, em poucos meses você estará fazendo esse caminho diariamente.

Converse com alunos e ex-alunos

Na maioria das vezes, as pessoas mais indicadas para opinar e te dar informações sobre determinado curso são aquelas que já viveram ou estão vivendo a experiência que você deseja. Procure alunos e ex-alunos do curso do seu interesse, peça 10 minutos de conversa e explique a sua situação.

Hoje em dia, com a internet, ficou muito fácil fazer isso, e existem até mesmo comunidades específicas de cada curso e universidade nas redes sociais. Assim, vai ser bem simples encontrar e falar com essas pessoas.

Pergunte sobre a grade curricular, a atuação dos professores, a recepção do mercado e dê espaço para que as pessoas ofereçam sua opinião sincera. Essa visão vai te ajudar bastante na decisão.

Informe-se sobre os incentivos

É preciso lembrar que a sua formação vai muito além da sala de aula. A vivência prática e as experiências complementares são essenciais para te transformar em um profissional mais completo e preparado.

Por isso, procure saber quais são os incentivos que a universidade oferece para essa educação complementar. Descubra se existe alguma parceria com universidades no exterior que possibilite cursar 1 ou mais semestres lá fora. O mesmo vale para disciplinas optativas, educação continuada e oferta de estágio em outras cidades e países.

Descubra o período das aulas

O período da graduação é muito importante na formação de qualquer jovem profissional e demanda que alguns planejamentos sejam feitos e que decisões sejam tomadas. Por exemplo: você pretende trabalhar durante os estudos ou só procurar um estágio por volta do 5º ou 6º período?

Tudo isso deve ser pensado e levado em consideração na escolha da faculdade. Algumas oferecem o mesmo curso em períodos distintos (diurno e noturno), e pode ser que você não encontre dificuldades para solicitar uma transferência. De toda forma, é essencial conhecer todas as possibilidades para se organizar com antecedência.

Entenda a duração do curso

O mesmo vale para a duração do curso. A maioria dura 4 anos, mas é possível encontrar variações que vão desde 2 até 4 anos. Por isso, é preciso entender quais são as soluções e opções oferecidas pela universidade de seu interesse na área que deseja cursar para que você possa adequar suas decisões e planejamento à realidade.

É importante ter em mente que a duração não está diretamente relacionada a qualidade do curso. O que pesa aqui são os seus planos e senso de urgência.

Calcule o custo-benefício

Tá aí uma questão que precisa ser analisada e ponderada com bastante calma e atenção. Todos sabemos que o investimento em uma boa universidade logo se transformará em reconhecimento e uma boa colocação no mercado profissional, mas não podemos deixar de avaliar a relação custo-benefício da universidade do nosso interesse.

É preciso ponderar sobre:

  • o valor da mensalidade;

  • o investimento em materiais;

  • as entregas da universidade.

Esse último quesito significa avaliar se a universidade oferece laboratórios bons e modernos, se os professores são preparados e bem qualificados e se há um sistema de ensino relevante e bem avaliado no mercado.

Se sim, saiba que a sua educação não tem preço e se prepare para ver os resultados de uma escolha acertada muito em breve.

Avalie a situação do mercado de trabalho

Por fim, não vá se esquecer de checar como está o mercado do trabalho e a recepção para os egressos da universidade que você está avaliando. Essas informações costumam ser obtidas em conversas informais.

Uma boa dica é dar uma olhada naquelas empresas onde você gostaria de trabalhar para descobrir se existem muitos colaboradores ali com uma formação semelhante à sua. Esse é sempre um bom indício de que o mercado vai te esperar de braços abertos.

E então, está preparado para decidir qual faculdade fazer? Com todas essas dicas, o importante agora é se informar, conversar com as pessoas necessárias e tomar uma decisão que vai te acompanhar por muito tempo.

Lembre-se de que a sua carreira é algo muito importante e que cada passo precisa ser planejado e executado com sabedoria! Aproveite para conhecer as oportunidades oferecidas pelo UniBH e comece agora mesmo a dar os seus primeiros bons passos no mercado de trabalho!

 

Sobre UniBH

Esta área é reservada para a biografia do autor e deve ser inserida para cada autor a partir da seção Informações biográficas, no painel administrativo. Caso deseje incluir links para as redes sociais de cada autor do site, recomendamos que instale o plugin WordPress SEO. Após instalado, o plugin criará os respectivos campos para links das principais redes sociais (Facebook, Google Plus e Twitter). Após preenchidos os campos, os links de cada rede aparecerão automaticamente aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *