Conheça as especializações em fisioterapia mais promissoras

Tempo de leitura: 6 minutos

As especializações em Fisioterapia podem ser um caminho fundamental para você consolidar o seu lugar no mercado de trabalho. Além de uma maneira de se diferenciar do grande número de pessoas que se formam ano a ano, a diversificação crescente dos procedimentos da área, para atender com mais qualidade as demandas dos pacientes, exige que os profissionais se especializem para oferecer o melhor tratamento.

Levantamos, aqui, uma série de especializações possíveis para os profissionais do campo, para além das clássicas áreas de fisioterapia desportista, ortopédica e neurológica. Saúde da mulher, do idoso e questões respiratórias, por exemplo, têm recebido atenção diferenciada, e exigem formação e desenvolvimento de habilidades específicas para serem tratados.

Antes de partirmos para os cursos, não podemos esquecer que a especialização é uma forma de dar um upgrade nos salários dos profissionais, que hoje ganham cerca de R$ 3.200 por jornadas de 30 horas, de acordo com o Datafolha.

Fisioterapia do trabalho

Em busca da qualidade de vida do trabalhador, evitando afastamentos desnecessários por questão de saúde, empresas têm investido cada vez mais na fisioterapia do trabalho. O fisioterapeuta pode ser uma peça fundamental para que lesões por esforço repetitivo (LER), por exemplo, não aconteçam.

Ginástica laboral, cuidados com a postura e a ergonomia no ambiente do trabalho são atividades que podem ser conduzidas pelo fisioterapeuta.

Geriatria e gerontologia

Assim como o restante do mundo, o Brasil vivencia um processo de transformação da sua pirâmide etária. Ou seja, estamos passando por um crescimento rápido da população de idosos, que passam a demandar cada vez mais serviços de saúde, em todas as classes sociais.

Contribuir para a autonomia dessa parcela da população, pensando, por exemplo, na redução de dificuldades geradas por problemas motores, que surgem com a idade, é um dos pontos trabalhados nas especializações focadas neste público. Lembre-se: trata-se de um grande mercado, com potencial cada vez maior!

Fisioterapia neurofuncional

Acidentes vasculares cerebrais (AVCs) são um dos problemas de saúde mais comuns no país e muitas vezes trazem sequelas graves aos pacientes. Auxiliar a recuperação da coordenação motora, da força e dos movimentos do paciente, por exemplo, são algumas das tarefas para quem opta por trabalhar neste segmento da Fisioterapia.

Sem dúvida, é uma grande contribuição para pessoas que precisam se readaptar à vida diante de quadros de grande adversidade, no qual as capacidades motoras e cognitivas são transformadas e readaptadas pelo paciente.

Uroginecologia e obstetrícia

Um campo de atuação pouco conhecido para quem não está dentro da área é o que envolve o tratamento de pessoas com disfunção fecal, urinária ou sexual. Também é possível auxiliar gestantes com o fortalecimento da região pélvica, trabalho que traz enormes benefícios para a hora do parto.

Com o crescimento do interesse do poder público e das mulheres por partos naturais humanizados, é uma área que tende a ganhar cada vez mais relevância na saúde.

Fisioterapia respiratória em terapia intensiva

O quadro extremamente delicado de uma terapia intensiva requer tratamento diferenciado para que o paciente consiga reabilitar-se e curar-se. Essa especialização lida com aspectos como ventilação mecânica, monitorização respiratória e suporte respiratório não invasivo.

Também se trata a disfunção renal na terapia intensiva e as doenças pulmonares mais comuns em pacientes que se encontram nesse quadro. Algumas faculdades oferecem o curso aplicado à vivência hospitalar, o que é um grande diferencial na formação do fisioterapeuta.

Fisioterapia ortopédica e esportiva

A prevenção de lesões em atletas amadores e profissionais ganha em muito com a presença de um profissional da Fisioterapia, garantindo o bom rendimento da prática esportiva. É interessante que você busque uma instituição que tenha convênios com clubes e associações esportivas para que a sua formação se realize acompanhando atletas que, de fato, necessitam do trabalho fisioterapêutico.

Na grade do curso, o aluno deve contar com disciplinas como: fisiologia do processo inflamatório do exercício, biomecânica articular, eletromorfoterapia, terapia aquática e fisioterapia aplicada a esportes como futebol, natação, ginástica e vôlei.

Fisioterapia em neuropediatria e neurologia

Como já pontuamos, questões neurológicas exigem grande esforço do paciente e capacitação profissional para a superação de problemas, ou para ajudar com a adaptabilidade do paciente. Isso é mais importante, principalmente, quando envolve crianças, que exigem um atendimento com delicadeza e perícia extrema.

Numa pós de fisioterapia em neuropediatria e neurologia você encontrará disciplinas que abordam aspectos como: controle motor, neurofisiologia aplicada, terapia aquática, suporte básico de vida, marcha e reabilitação vestibular.

Fisioterapia oncofuncional

O curso é voltado a profissionais que irão trabalhar com pacientes que foram acometidos por câncer, com a proposta de preservar, restaurar ou manter a integridade dos sistemas e órgãos afetados pelo tratamento ou pela doença.

Fisioterapia dermatofuncional

Ramo ainda pouco conhecido, muito próximo à dermatologia médica, foca em terapias intergumentares (de tecidos como unhas, cabelos e pelos), bem como da pele.

MBA em Gestão Integrada de Saúde e Segurança do Trabalho

Como profissional de saúde, pense, também, na possibilidade de se especializar como gestor dessa área em grandes organizações e órgãos públicos, sendo capaz de implementar sistemas gerenciais cujas bases sejam normas de qualidade.

MBAs são ótimas opções para pessoas que buscam se integrar com profissionais de outras áreas, diversificar a leitura do mundo do trabalho e desenvolver competências analíticas e críticas.

Saiba construir diagnósticos organizacionais, fomentar o desenvolvimento pessoal e profissional das pessoas que atuam na sua equipe, bem como trazer, para o seu repertório, fatores como gestão de risco – tudo aplicado à área de saúde!

As opções de especializações em Fisioterapia são amplas

Além das áreas abordadas, as instituições de educação oferecem várias outras opções que podem ser apropriadas para o fisioterapeuta, como acupuntura, perícia judicial, reeducação postural e fisioterapia cardiológica, voltada especificamente para pacientes que foram acometidos por problemas no coração.

Diante do vasto leque de possibilidades de especialização na área, é preciso que o profissional faça uma pesquisa cuidadosa, tendo atenção a questões como afinidade, mas também à qualidade da instituição que oferta o curso, às formas de pagamento e à remuneração que o mercado de trabalho poderá lhe oferecer após a finalização do curso.

Sempre se planeje de forma estratégica, pensando nas dinâmicas do mercado de trabalho a médio e longo prazo.

Gostou das nossas dicas de especializações em Fisioterapia? Assine a nossa newsletter e receba mais informações sobre temas ligados à formação superior.

Sobre UniBH

Esta área é reservada para a biografia do autor e deve ser inserida para cada autor a partir da seção Informações biográficas, no painel administrativo. Caso deseje incluir links para as redes sociais de cada autor do site, recomendamos que instale o plugin WordPress SEO. Após instalado, o plugin criará os respectivos campos para links das principais redes sociais (Facebook, Google Plus e Twitter). Após preenchidos os campos, os links de cada rede aparecerão automaticamente aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *