O que é preciso para se tornar um influenciador digital?

Tempo de leitura: 6 minutos

Mesmo sendo uma realidade recente, a figura do influenciador digital está diretamente ligada a uma prática antiga: a do marketing de influência — apresentado ao mundo nos anos 1940. Ele identificava pessoas que poderiam mudar ou motivar o poder de decisão do público e criava estratégias de marketing em torno delas.

Em tempos de internet e mídias sociais, um influenciador digital se tornou um profissional extremamente lucrativo para as empresas, pelo seu poder de motivar a decisão de compra do consumidor.

Eles são celebridades, jornalistas, blogueiros, atores, músicos, comediantes, nutricionistas, acadêmicos ou simplesmente pessoas que conseguiram um alto número de seguidores nas redes sociais.

Com apenas um post publicitário, eles podem atingir milhões de internautas de maneira mais barata e eficaz do que em outros veículos tradicionais, como o rádio e a TV.

Você sabe como se tornar um influenciador digital? Confira algumas das nossas dicas!

Se torne autoridade em um segmento

Como o nome sugere, um influenciador digital é aquele capaz de influenciar comportamentos, criar tendências e servir como fonte de informação. Para isso, o melhor caminho é se focar em um único segmento. Não adianta espalhar sua atenção por dezenas de assuntos e não ser bom em nenhum deles.

Para escolher o segmento ideal, que merece a sua dedicação, analise os seus interesses, recursos, rotina e habilidades. Assim, você terá mais tempo – e prazer – para se dedicar à pesquisa, aprender mais sobre a área e se tornar uma pessoa com autoridade e credibilidade naquilo que faz.

Promova a inovação

Há 93,2 milhões de usuários de redes sociais somente no Brasil. Destes, milhares já se tornaram influenciadores digitais em todos os tipos de segmentos: humor, moda, tecnologia, comportamento, beleza, gastronomia e saúde.

Na pesquisa “Os Novos Influenciadores: quem brilha na tela dos jovens brasileiros”, feita pela Provokers, o que os jovens mais buscam em uma personalidade da internet é autenticidade (16%) e originalidade (15%), seguidas por inteligência e senso de humor — elementos fundamentais para a inovação.

Fazer mais do mesmo não te tornará uma autoridade no assunto, mesmo que pareça mais fácil seguir o caminho que outra pessoa já está trilhando.

Pense no que o público busca e como você pode oferecer conteúdo diferenciado. Isso pode ser feito por meio de pesquisas online nas redes sociais, nos blogs ou canais do Youtube de pessoas que já são influenciadores da sua área de interesse.

Imagine que você deseja fazer um blog sobre viagens. Em vez de dar dicas comuns sobre os melhores hotéis ou pontos turísticos, você pode ensinar as pessoas a viajar gastando pouco, a usar milhas aéreas, a encontrar trabalhos voluntários e estágios no exterior, a se tornarem nômades digitais, e assim por diante.

Compartilhe conteúdo realmente relevante

Quem acessa a internet – um ambiente marcado pelo excesso de informações – busca conteúdo que realmente agregue valor. Até mesmo os mecanismos de pesquisa, como o Google, classificam quem fica no topo da lista por sua relevância.

Depois de escolher o seu segmento, produza conteúdo que atraia público. Não adianta tentar ganhar seguidores com fotos de baixa qualidade, artigos mal escritos e vídeos sem boa edição. O único resultado de pouco esforço será a falta de resultado.

Dedique um tempo para entender conceitos de marketing, editar imagens e utilizar uma linguagem adequada em cada rede social. Se necessário, faça um investimento financeiro para comprar equipamentos, como uma boa câmera ou microfone — se você precisar gravar vídeos, por exemplo.

Não tenha medo de espalhar suas ideias

Mesmo que o seu foco seja em uma determinada plataforma, é importante que você expanda sua presença em outros canais. Se você está no Youtube, por exemplo, pode utilizar o Facebook para atrair novos seguidores para o seu canal.

Essa também é uma maneira de se reinventar, principalmente diante de um mercado em que novas redes sociais são criadas todos os dias. Por exemplo, quem é um sucesso no Snapchat hoje corre o risco de ficar para trás com a chegada do Snapgram — novo recurso do Instagram. Isso é comum. Lembra como o Orkut era um fênômeno há alguns anos?

A melhor maneira de influenciar um grande grupo de pessoas é promover suas ideias. Faça amizade com outros influenciadores, crie comunidades e páginas para receber feedbacks, vá a eventos da sua área de atuação, ofereça brindes ou conteúdo gratuito e, o mais importante: seja visto.

Seja verdadeiro com o seu discurso

Uma das principais críticas aos influenciadores digitais é a busca desenfreada pelo lucro. Não são raros os casos de pessoas que indicam uma determinada marca em seus posts, conhecidos como “publiposts”, mas  que utilizam, no dia a dia, os produtos da concorrência.

É importante ter uma relação real com os produtos que você indica, ou não conquistará a confiança do público. No mundo digital é muito difícil sustentar uma história ou opinião que não é verídica; por isso, se você não conhece, não consome ou não acredita em uma marca, o melhor é não divulgá-la. Afinal, qualquer problema comprometerá diretamente a sua imagem.

Seja você mesmo

Consumidores e usuários de redes sociais são atraídos por aquilo que faz parte da sua realidade e querem saber que, do outro lado da tela, existe uma pessoa que compartilha do seu ponto de vista, ideias e interage de maneira verdadeira. Ou seja: “gente como a gente”.

Um dos principais diferenciais dos influenciadores digitais de sucesso é conseguirem se comunicar e atrair o público de uma maneira simples, espontânea e original. Pessoas superficiais ou que estão ali apenas para fazer publicidade são facilmente substituíveis. 

Tenha paciência

Se você quer ser um influenciador em moda, dificilmente começará com convites para fashion weeks pelo mundo afora. Muitas pessoas acabam desistindo diante da primeira dificuldade, porque já começam com a ilusão de que ser um digital influencer é fácil.

Mesmo sendo um ambiente democrático, não é tão simples se firmar no espaço digital. Quem assiste ao mundo glamouroso, recheado de seguidores, presentes de marcas e entradas VIP, nem imagina que a maioria das pessoas que chegaram ao topo como influenciadores já trabalham há anos e chegaram lá com muito esforço e, em alguns casos, dificuldade.

Então, não espere que as coisas aconteçam rápido. Paciência — além de uma virtude —será a sua principal aliada para chegar aonde quer! 

Gostou das dicas para se tornar um influenciador digital? Então não deixe de nos seguir nas redes sociais para aprender ainda mais! 

Sobre UniBH

Esta área é reservada para a biografia do autor e deve ser inserida para cada autor a partir da seção Informações biográficas, no painel administrativo. Caso deseje incluir links para as redes sociais de cada autor do site, recomendamos que instale o plugin WordPress SEO. Após instalado, o plugin criará os respectivos campos para links das principais redes sociais (Facebook, Google Plus e Twitter). Após preenchidos os campos, os links de cada rede aparecerão automaticamente aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *