Quais as possibilidades de atuação de um formado em História?

Tempo de leitura: 6 minutos

A História é um campo fascinante do conhecimento. Nela estão os registros sobre as culturas, as nações e os personagens que marcaram o desenvolvimento da civilização, desde os primeiros tempos até os dias de hoje. 

Muito mais do que documentar os fatos do passado, a História permite que o conhecimento sobre as ações ocorridas em outras épocas sirva para justificar os momentos atuais.

Ao mesmo tempo, ela é útil para que as pessoas se reconheçam como parte de um processo amplo e para que saibam agir no presente para construir o futuro, fazendo isso com base nos conhecimentos sobre o passado.

Confira, neste post, quais são as possibilidades de atuação de quem é formado em História:

O curso de graduação

O curso superior dura 4 anos. Após a conclusão, o aluno se torna bacharel ou licenciado em História, conforme a opção escolhida.

A partir de então, ele estará habilitado para exercer várias funções que a profissão permite e também para ingressar em cursos de pós-graduação que proporcionarão a ampliação dos conhecimentos e das possibilidades profissionais. 

Durante a graduação, o aluno estuda o passado humano em seus vários aspectos, considerando as culturas e as economias dos povos, o desenvolvimento social, as ideias, os inventos e o cotidiano das populações de outros tempos.

Os fatos relevantes, que serviram para direcionar ou redirecionar os caminhos da humanidade, também são ressaltados e trabalhados em detalhes.

As abordagens são feitas considerando os períodos da Pré-História e das histórias Antiga, Medieval e Contemporânea. Também são feitas distinções sobre as histórias regionais, como a do Brasil, da América, da Europa e da Ásia, por exemplo.

Além disso, são levantados temas específicos relacionados à metodologia de pesquisa, às teorias da história, à história demográfica e política, entre outros.

Licenciatura

Quem se forma em História com licenciatura se capacita a dar aulas da disciplina para os ensinos fundamental e médio, nas redes públicas e privadas de todo o território nacional.

Além da docência, o licenciado na área também pode exercer funções de gestão nos estabelecimentos de ensino, assumindo cargos de coordenação e de direção.

Caso queira estender a docência para a educação superior, o profissional deve complementar a formação com um curso de pós-graduação lato sensu, que atribui nível de especialização, ou partir para o mestrado e até para o doutorado.

Competências do licenciado em História

Para quem pretende se dedicar ao ensino, é necessário desenvolver o domínio sobre o entendimento histórico, associando-o às habilidades que são próprias do educador.

Isso significa que temas complexos, que usam termos próprios dos conhecimentos específicos dos vários campos da atividade humana, precisam ser transpostos para significados coerentes com o público infantil ou juvenil, de acordo com as turmas às quais o docente se dedica.

Portanto, é preciso que haja o desenvolvimento de metodologias pedagógicas e tecnológicas que permitam a promoção da aprendizagem e que ela seja ao mesmo tempo crítica e autônoma, com consistência teórica.

É necessário, ainda, o domínio das técnicas de pesquisa e de investigação que serão utilizadas na produção do trabalho final do curso, que deve ser feito em conformidade com as normas acadêmicas.

Vale ressaltar que essa preparação final é bastante útil para o aluno, uma vez que proporciona conhecimentos que podem ser bem aproveitados em outros níveis de pós-graduação — como a especialização, o mestrado e o doutorado — nos quais os conhecimentos sobre pesquisa são exigidos.

Áreas de atuação

O mercado de trabalho do formado em História não se restringe ao espaço da educação ou à pesquisa acadêmica. Existem muitas outras oportunidades, tanto na iniciativa privada quanto no poder público, em todos os níveis.

Nos órgãos públicos municipais, estaduais e federais, o profissional pode se dedicar ao resgate e à catalogação das memórias em cada âmbito específico, que servem para formar o acervo de museus e arquivos públicos. Além disso, ele também pode atuar na curadoria de museus, na gestão de arquivos e prestando consultorias, inclusive para empresas privadas.

O turismo é outro campo que oferece oportunidades para os graduados em História. Nesse caso, ele trabalha com o levantamento histórico das localidades que se apresentam como atrativos turísticos.

O profissional também pode contribuir no registro da memória de empresas, em assessoria histórica, na elaboração e na implantação de projetos de preservação de patrimônio histórico e cultural, no levantamento de dados, na produção de textos da área e em consultorias para produções artísticas e culturais.

Em projetos cinematográficos e voltados para a televisão — aqueles que envolvem a realização de filmes, seriados, documentários e novelas de época —, o historiador é o responsável pelo levantamento de todos os fatos relacionados à produção.

Remuneração de um formado em História

Como em qualquer profissão, a remuneração vai depender do nível de especialização e de experiência que o graduado adquirir na carreira. Ou seja: quanto mais ele se dedicar aos estudos e ao desenvolvimento do próprio currículo, melhores serão as oportunidades de emprego e salário.

O profissional que se dedica à educação básica ganha a partir do piso salarial da categoria, que, no início de 2017, foi fixado em R$2.298,80 pelo Ministério da Educação. Contudo, existe a possibilidade de pisos inferiores, uma vez que 14 estados brasileiros não cumprem a determinação federal.

Professores com mestrado ganham a partir de R$4,5 mil e o salário de historiadores com doutorado pode ficar próximo a R$20 mil. Contudo, não é possível estimar essa remuneração como um limite máximo para a carreira, uma vez que ela pode progredir em vários sentidos, o que, como consequência, levará a salários maiores.

O que o mercado espera do profissional

Para que um formado em História possa evoluir bem na carreira, é importante manter um senso crítico apurado, que permita a apreciação dos eventos históricos com o rigor científico necessário. Assim, ele pode auxiliar a sociedade na compreensão do tempo presente.

É importante, ainda, que o historiador mantenha o compromisso com a ética e que se esforce para desenvolver uma formação interdisciplinar, que o permita interagir com os conhecimentos acadêmicos de outras áreas.

Quer saber mais sobre a atuação do formado em História? Entre em contato conosco!
Teremos prazer em ajudar!

Sobre UniBH

Esta área é reservada para a biografia do autor e deve ser inserida para cada autor a partir da seção Informações biográficas, no painel administrativo. Caso deseje incluir links para as redes sociais de cada autor do site, recomendamos que instale o plugin WordPress SEO. Após instalado, o plugin criará os respectivos campos para links das principais redes sociais (Facebook, Google Plus e Twitter). Após preenchidos os campos, os links de cada rede aparecerão automaticamente aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *