Vale a pena planejar uma segunda graduação?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Pode não ser muito comum, mas muitas pessoas chegam ao final do ensino médio ou nos últimos semestres da faculdade se questionando se é possível mudar de curso ou se seria uma boa realizar uma segunda graduação.

Pensando nisso, no post de hoje, vamos explicar como essa alternativa permite que o estudante transite entre as diversas áreas. E mais, trataremos também sobre como um outro curso universitário pode ser uma vantagem competitiva para a carreira, principalmente se for um cursos de área complementar à sua primeira formação.

Quer saber o que considerar antes de planejar a segunda graduação? Então, vem com a gente!

Avaliação dos motivos

Antes de fazer uma nova graduação, é interessante que o estudante faça uma autoavaliação para identificar o real motivo dessa vontade. Se você já tiver concluído o outro curso, é ainda mais importante avaliar seus motivos.

Então, reflita sobre os seguintes aspectos:

Houve realmente uma falta de identificação com área de formação?

Responda: Você já fez estágios na sua área? De fato, você experimentou as diversas possibilidades de atuação no seu ramo profissional? Aliás, você já pesquisou sobre as diversas formas e as possibilidades de atuação? Você não se identificou com nada do que aprendeu ou só com algumas partes?

Responder a essas perguntas deixará mais claro se você conhece a diferença entre a teoria e a prática da sua área de formação. Caso ainda não tenha explorado seus conhecimentos teóricos na prática, é recomendável que o faço antes de partir para algo diferente.

Você realmente não se adaptou à profissão ou só está com dificuldades em conseguir uma colocação no mercado de trabalho?

Responda: Você entende que existem dificuldades no começo de todas as carreiras? Sabe que esse é um risco que correrá em todas as profissões que escolher? Entenda que as dificuldades de inserção no mercado de trabalho são comuns a todos os cursos.

Vantagens de fazer uma segunda graduação

Não pense que ao fazer uma segunda graduação você se tornará alguém menosprezado ou atrasado — atualmente, essa é a escolha de mais de 10% dos brasileiros, segundo o IBGE (2012).

A graduação não é igual ao colégio, em que repetir uma série tem um peso negativo. Primeiro porque você não estará repetindo nada. Segundo, porque, você estará agregando valor à sua carreira. Ou seja, voltar à faculdade não fará de você um estudante ruim ou atrasado.

Confira alguns benefícios em fazer uma segunda graduação:

1. Melhores chances no mercado de trabalho

Uma nova graduação representa acréscimo de conhecimento. Quando o novo curso é de uma área próxima ao anterior, isso pode significar vantagem em relação aos seus concorrentes no mercado. Essa vantagem estará na sua capacidade de atuar em diversas frentes em um mesmo setor.

Por exemplo, um estudante de Comunicação Social que tenha formação em Jornalismo e em Publicidade e Propaganda se tornará um profissional coringa em uma assessoria de comunicação.

E, em relação a duração da segunda graduação, se for na mesma área de conhecimento, também existem vantagens. Quando o estudante opta por uma segunda formação no mesmo campo de conhecimento, ele pode eliminar várias matérias. Ou seja, a segunda graduação terá uma duração menor que a primeira, possibilitando, inclusive, que o estudante concilie estudo e atuação no mercado trabalho.

2. Maior capacidade de trânsito entre áreas

É claro que você, também, pode optar por uma graduação completamente diferente do seu curso atual. Para essa situação, entretanto, existem vantagens e desvantagens no mercado de trabalho.

As vantagens que você demonstrará para o mercado de trabalho são:

  • Capacidade de adaptação ao novo;

  • Caso a empresa precise, você estará plenamente apto para atuar em dois setores diferentes, a qualquer tempo.

Como dissemos, é inegável que essa situação traz consigo algumas desvantagens também, tais como:

  • Certa desconfiança dos futuros empregadores, em relação à sua capacidade de ser estável;

  • Pouca redução de matérias na segunda graduação.

3. Ampliação das capacidades profissionais

Um dos adjetivos que mais bem qualifica um estudante que possui duas graduações é: versatilidade.

Independentemente de qual seja o segundo curso escolhido, para realizá-lo, o estudante terá que se reposicionar na vida pessoal, no ambiente acadêmico e profissionalmente. Ser capaz de fazer tantas adaptações estimulará a versatilidade — a qualidade de fazer diferente, de ter muitos interesses e habilidades.

Ou seja, na prática, ao escolher fazer uma segunda graduação, o estudante demonstrará que está aberto a aprender e possui curiosidade intelectual.

4. Realização de sonhos

Nem sempre a sua escolha de cursar novamente o ensino superior tem a ver com o mercado de trabalho — aliás, muitas vezes, pode ser um passo em direção da realização de um sonho.

Esse caso é muito comum em relação aos cursos de Música, Teatro, Artes Plásticas etc. Afinal, quando as despesas do estudante são arcadas pelos pais, é usual que a escolha inicial seja por cursos que deem retornos financeiros concretos.

Embora seja um pensamento compreensível, o estudante deve ter em mente que, apesar de o retorno financeiro de cada área ser diferente, isso não deve ser um impedimento para se arriscar em novas oportunidades. Entenda que cada profissional é responsável pela construção da própria carreira.

Diariamente, nossas atividades se resumem a testar, ajustar e recomeçar. Não pense que com sua graduação isso será diferente. A carreira que está sendo construída é sua e você deve ajustá-la sempre que julgar necessário, ok?

E então, para você, vale a pena planejar uma segunda graduação?

Use o espaço dos comentários para contar pra gente qual curso você quer fazer. Está em dúvida entre dois ou mais cursos? Não sabe qual cursar primeiro? Visite nossa página do vestibular e conheça um pouco de cada curso, para te ajudar a tomar essa decisão.

Sobre UniBH

Esta área é reservada para a biografia do autor e deve ser inserida para cada autor a partir da seção Informações biográficas, no painel administrativo. Caso deseje incluir links para as redes sociais de cada autor do site, recomendamos que instale o plugin WordPress SEO. Após instalado, o plugin criará os respectivos campos para links das principais redes sociais (Facebook, Google Plus e Twitter). Após preenchidos os campos, os links de cada rede aparecerão automaticamente aqui.

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *